30 de abril de 2010

Reminiscências de um gago em seu exilio 33: Tudo começou com Zelda.



Lembro que o meu primeiro contato com games foi no num console do Atari, e se não me falha a memória foi um jogo chamado Frog. O tempo foi passando e os games foram fazendo parte de minha vida, e um deles foi um chamado The Legend of zelda, esse jogo mudou minha vida. Foi por causa dele que eu resolvi aprender inglês, só para poder traduzir o jogo.

Era engraçado, pois eu jogava com um dicionário do meu lado, para assim poder terminar aquele jogo. O que me chamou a atenção em zelda foi que ele aparenta ser um jogo fácil, mas só aparenta, pois ele foi um dos meus maiores desafios em termo de jogos. Até hoje eu tenho a seguinte frase “Jogo bom tem que se um desafio, pois se não for é ruim.” Hoje em dia eu tenho dentro de mim esse sentimento de jogador, e tudo por causa de Zelda, por isso obrigado pelas horas de diversão.

29 de abril de 2010

Casa de Anne Frank abre as portas na net

Museu do anexo onde a jovem judia se escondeu durante a II Guerra Mundial lançou uma visita virtual aos espaços encobertos em que viveu com a família. Veja o vídeo.



A casa onde Anne Frank viveu durante a II Guerra Mundial vai deixar de ser visitável apenas fisicamente. O museu Anne Frank, com 50 anos de existência e um milhão de visitantes por ano, vai disponibilizar, no website oficial, um "tour" virtual do anexo onde a jovem judia se escondeu das forças Nazis com a família e amigos durante dois anos, entre 1942 e 1944.

"Por várias razões, nem todos conseguem visitar o anexo, quer seja devido a limitações físicas, quer por viverem muito longe. E devido ao espaço reduzido, apenas uma pequena fracção do espólio pode ser exposta no museu", pode ler-se na página oficial do Museu Anne Frank, que explica assim a decisão de criar a visita virtual.

O tour virtual apresenta detalhadamente items como as fotografias nas paredes, o padrão da roupa de cama e a cozinha apertada onde as oito pessoas viveram diariamente, sempre com medo de serem descobertas. Para além da mostra virtual do espaço físico, o plano avançado pelo Museu Anne Frank inclui ainda uma base de dados do espólio e uma "Linha de Tempo".

Anne Frank nasceu em 1929 em Frankfurt am Main, Alemanha, tendo posteriormente mudado para Amsterdão, Holanda. Em 1942, devido à chamada da irmã mais velha de Anne, Margot, para um campo de concentração, a família Frank escondeu-se num anexo atrás dos escritórios onde Otto, o pai, trabalhava. A eles juntaram-se Fritz Pfeffer e a família Van Pels.

Durante dois anos, as oito pessoas viveram escondidas e Anne detalhou minuciosamente, no seu diário, o dia-a-dia no anexo. Uma denúncia anónima levou à invasão do espaço pela autoridades nazis em Agosto de 1944. Anne Frank acabou por morrer de febre tifóide no campo de Bergen-Belsen em 1945, poucas semanas antes das tropas inglesas libertarem o lugar.

Otto Frank foi o único sobrevivente dos habitantes do anexo. O diário de Anne, publicado em mais de 60 línguas, é um dos mais famosos testemunhos do Holocausto nazi.

28 de abril de 2010

LOST e CHAVES

A inlustrações abaixo foram feitas pela Julia Bax do blog http://juliabax.blogspot.com, e tudo que posso dizer é que a arte ficou excelente e a homenagem a ambas as séries foi mais do que justa!

E agora com vocês as imagens:


21 de abril de 2010

Video: TSUNAMI DE 100m NO BRASIL

Curta do Diretor Ademir Di Paula, procura misturar imagens reais de pessoas que viveram o terror de está diante de uma das maiores forças da natureza com efeitos de computação gráfica, usando a ficção de um suposto tsunami no Brasil. A idéia do cineasta foi tentar passar realismo nas cenas como se uma pessoa estivesse lá gravando tudo. Por isso muitas cenas são visões de personagens olhando de dentro do carro, ou em algum prédio fugindo da onda. 70% das imagens são efeitos de computação gráfica criadas pelo diretor, inclusive algumas imagens durante as cenas de pânico foram filmadas na cidade de Goiana e misturadas com cenas de pânico reais. Essa é a Versão mais completa do curta de Ademir Di Paula que nos dias 18 e 19 de abril chegou a ser o 2º mais assistido do mundo. O curta foi exibido esta semana em uma Mostra de Cinema, e provocou arrepios segundo a crítica, pois o filme realmente nos mostra de forma aterrorizante, e até angustiante com a câmera nervosa a sensação diante de uma situação de pânico. Ademir Di Paula, estará nas próximas semanas gravando uma nova sequência do curta que virou sensação em alguns paises A MENINA E O GIGANTE, e garante ao público Brasileiro que eles verão algo nunca visto no cinema nacional com cenas de tirar o fôlego. O curta será usado para promoção da captação de verbas para a produção do futuro longa-metragem de mesmo título e este material será apresentado para várias empresas inclusive aqui no youtube. Ademir agora trabalha com uma agencia que está procurando empresas interessadas em investir nessa nova linha de cinema. Uma coisa o diretor garante, quem pensa que é preciso muito dinheiro pra se fazer este tipo de cinema está enganado, pois o que conta é mais a criatividade.

19 de abril de 2010

Home: Nosso Planeta, Nossa Casa

Aproveitando a proximidade do Earth Day, mais um documentário foi disponibilizado na net, o nome dele é Home: Nosso Planeta, Nossa Casa, foi produzido e lançado no ano passado, e teve recentemente uma apresentação no canal GNT. Mas, para quem perdeu, o documentário completo foi colocado no Youtube.

Home fala sobre o impacto da humanidade na Terra dentro dos últimos 50 anos. Infelizmente, está apenas em inglês (com o sistema de legendagem do site, fica melhor para assistir), mas é uma experiência única ainda assim. Confira o video na íntegra clicando aqui.

Vi no site Jovem Nerd

15 de abril de 2010

8 anos do site Jovem Nerd

Essa semana o site Jovem Nerd ta fazendo 8 anos de vida virtual. Eu conheci esse site atravez do RapaduraCast, e desde então eu passei a frequentar o site e a ouvir o NerdCast. Bem, e nesse dia especial eu desejo a familia Jovem Nerd todo o susseso do Mundo.

10 de abril de 2010

Parabéns para uma Amigo.

Pode-se dizer que Marcelo Coutinho foi uma das pessoas responsáveis em fazer com que eu fosse um ator , e hoje 10 de Abril é o dia de seu aniversário. Lembro como se fosse hoje o dia em que falei com ele no MSN, e como eu falei antes foi ele que me deu a maior força em fazer com que eu continuasse a atuar. E pra você que não ouviu falar desse dublador, ele fez a voz falada e cantada de Quasimodo em "O Corcunda de Notre-Dame" no qual deu um show em sua interpretação, considerada por muitos a melhor dublagem, melhor até que a versão original em inglês. Ele também dublou o John Smith nas canções do filme "Pocahontas".

E assim como no filme do Corcunda, na redublagem do filme "O Estranho Munda de Jack", ele fez os diálogos e as musicas de Jack. Coutinho Também dirigiu "O Rei Leão 2: O Reino de Simba" onde ele canta a musica de abertura "He Lives in You" (Deixar Brotar). Ele também é pai do Bernardo Coutinho que é dublador e fez as vozes do Flecha em "Os Incriveis" e o Koda em "Irmão"


Pois é Marcelo, mais um ano de vida para esse amigo que fez parte da minha vida na voz do Quasimodo e nas musicas que eu levo no coração, musicas que me mostraram um mundo ideal e me fez acreditar que uma bela pode amar uma fera, e que uma luz celestial brilha em todos nos. Então Marcelo, meus parabéns por esse dia que pra você é muito especial, e que ele se repita mais e mais.

Obrigado a o blog TRILHAS DISNEY

7 de abril de 2010

Desabafo da @franbriggs no blog Joly Rouge.

Visitando o blog Joly Rouge da Fran Briggs esposa do super ultra mega boga dublador Guilherme Briggs, onde ela fez uma postagem referente a chuva que caiu no Rj, relatando o que ela eo Briggs passaram naquele dia.

Chuva, Taxis e Idiotas



Segunda-feira.

Fui com o meu amor ao Shopping Tijuca assistir ao filme ‘Um Sonho Possível’ com a Sandra Bullock.

A respeito do filme, como todo mundo deve saber, é sobre uma história real de uma família do Memphis que adotou um garoto negro, vindo da pobreza , de um pai desconhecido e mãe viciada.

A Sandra Bullock ganhou o Oscar de melhor atriz por esse filme (não diiiga) e sinceramente foi a única coisa do Oscar desse ano que gostei.

Ela segura o filme do inicio ao fim e sua personagem é maravilhosa, forte, corajosa e muito engraçada. A gente fica torcendo pra que a Leigh Anne da vida real é desse jeito, assim como a sua família. Fiquem de olho no filho mais novo do casal, ele rouba as cenas! X’D

Enfim... saímos de tarde, por volta das quatro, e a chuva ainda estava começando. Ninguém diria, àquela hora, o que estava por vir.

Assistimos à sessão de seis e meia, saímos e já da escada rolante dava pra ver a chuva caindo forte no estacionamento aberto do shopping. Mas não tínhamos idéia da proporção da coisa, porque sempre que chove vemos o aguaceira dali e nunca tivemos problemas pra voltar pra casa.

Jantamos tranquilamente e descemos pro térreo pra pegar um taxi.

Já na porta principal do shopping, vimos um monte de gente parada, esperando a chuva passar (heh). Como de praxe, eu não consigo ficar quieta e multidão me irrita, soltei um. ‘É só chuva, pelo amor de Deus’.

Mas não era ‘só’ chuva. Era A chuva.

Encaramos os pingos (a única com guarda-chuva era a minha mãe) e vimos a fila quilométrica pra pegar taxi. Nunca tinha visto tão grande e não tinha um único carro parado no ponto!

O Gui teve a idéia então de atravessarmos a Maracanã e pegar um taxi no sentido contrário, o que no nosso caso é até uma economia. Não ligamos tanto pra chuva, que aumentava, e fomos.

Ficamos paradas, minha mãe eu debaixo de uma marquise diminuta de um prédio, enquanto o Gui tentava, ao lado de mais pessoas, parar um taxi.
Passaram alguns vazios, mas os motoristas simplesmente não pararam.

Resolvemos então sair daquele ponto e ir pro posto de gasolina mais a frente pra tentar um taxi ali e evitar as pessoas que tentavam o mesmo lá atrás.

A mesma coisa aconteceu. Passavam taxis cheios e os vazios não paravam. Mas nesse momento, o que mais nos indignou, foi o fato de terem mais de CINCO carros da cooperativa do Shopping Tijuca parados no posto e os motoristas conversando, sem o MENOR interesse em fazer uma corrida e levar aquele povo molhado e preocupado pra casa!

Decidido a conseguir um taxi, o Gui pegou o guarda-chuva da minha mãe e saiu pra andar atrás de um carro que parasse.

Ficamos paradas no posto esperando por ele, de noite, parcialmente molhadas, durante mais de vinte minutos. A essa altura já estávamos preocupadas com o Gui sozinho, mais de dez da noite, naquela chuva.

Deixei as sacolas com minha mãe e sai na chuva atrás do Gui. Andei umas três quadras e nada dele. Já estava molhada o suficiente pra não me preocupar mais com isso.

Minha mãe ainda mais preocupada quando voltei e disse que não o vi e que achava que ele subiu até a São Francisco Xavier atrás de um taxi. Claro que sabendo que a S. Francisco a essa altura já devia estar beeeem alagada.

Depois de uns minutos, o Gui apareceu, molhado e irado. Tinha ido até a Praça Saens Peña atrás de um taxi e a melhor resposta que conseguiu foi:

-- Só vou se for pra cidade. Que se dane você e sua família.

Bom, ele tinha um belo motivo pra estar furioso, e eu, como esposa, pra estar bem calma pra ele não explodir. Propus então voltar pra casa andando, o shopping fica a algumas quadras do nosso prédio e pra quem já estava encharcado, o que viesse era lucro.

Saímos, com o Gui segurando o guarda-chuva pra mim e ele, e minha mãe tomando chuva porque não queria deixar a gente se molhar. O engraçado é que eu já estava tooooda molhada. XD

Pegamos poças enormes de chuva, meu all star foi batizado (ae), evitamos que os carros nos banhasse com água de esgoto e minha mãe ficou indignada ao ver um rato morto numa calçada.

A verdade é que no caminho, lembrei de alguns banhos de chuva que tomei. E amei!

O primeiro foi voltando sozinha pra casa do colégio, quase onze da noite em São Paulo.

A chuva começou fraquinha, ia e vinha... e eu naquela dança irritante de abrir e fechar o guarda-chuva ao bel prazer da garoa que não sabia se ia ou ficava. Uma hora, o danado travou e simplesmente não conseguia fechá-lo. Calmamente (mentira) taquei o guarda-chuva no chão, dando porradas na calçada com ele, amassando e destruindo com indignação a porcaria que não queria fechar.

Dez minutos depois, a garoa confusa resolveu virar chuva forte e eu andava sozinha, sem ver viva alma na rua, de óculos, com os sapatos já transformados em barcas, tentando proteger meu fichário da água, pingando aos baldes, no escuro e morrendo de medo. Claro que rindo da ironia e tentando me convencer de que àquela altura bandido e estuprador algum ia querer se molhar tanto naquele dilúvio pra pegar uma baixinha cdf...

Na segunda vez, estava com uns quinze anos e fui com minha irmã procurar o banco onde ela receberia seu seguro desemprego lá pros lado do Shopping Morumbi, em São Paulo.
Pegamos aquela típica tempestade paulistana. E pra piorar estávamos perdidas, sem achar o banco, molhadas até os ossos, com frio e queria desesperadamente fazer xixi!

E a chuva aumentou. Como sempre riu do ditado ‘quem ta no inferno abraça o capeta’, mandei ver e fiz pipi (sim, fiz e minha bexiga agradeceu) nas calças. So sorry! Tinha quinze anos e estava muito molhada e perdida. Humilhação pra mim, nesses casos, é coisa da sua cabeça. X3

A chuva lavou tudo. Bendita tempestade paulistana!

Mas o pior mesmo foi a volta. O ônibus lotado e as roupas molhadas me fazendo sentir um frio de congelar a espinha.

A terceira vez que peguei um banho de chuva, não teve xixi, eu era mais velha e foi num lugar lindo! Na cidade do interior onde morava.

Andamos pela rodovia de um parque ecológico até a cidade pequena. A estrada era linda e vazia, havia mato rasteiro de um lado e do outro, árvores e cheiro de eucalipto! Estava com minha tia e minha mãe. Molhadas e rindo feito três malucas da situação.

Andamos uns 10 quilômetros!

Foi de lavar a alma.

Dias depois, descobrimos que minha tia estava grávida de alguns meses. Quer dizer, andamos muito, na chuva e a coitadinha estava grávida. XD

A chuva dessa segunda-feira me lavou um pouco a alma também. Apesar dos pesares.

Acho que é porque amo chuva, porque fiquei grata a Deus por ter pernas e saúde, eu e minha família, pra poder andar quando necessário. Pela chuva ainda não ter alagado tudo e podermos passar. E por morarmos num lugar de fácil acesso, onde num momento de necessidade, podemos andar até nosso apartamento.

Fiquei mais indignada com o motorista de taxi idiota que respondeu mal ao Gui. Não por nossa causa e sim pelas pessoas que moravam tão longe e não tinham como voltar pras suas casas. Sempre me indigno pelos outros... às vezes isso me trás surpresas bem desagradáveis.

Chegamos, tomamos banho quente e alguns minutos depois, parecia que nada de errado tinha acontecido àquela noite.

Até minha mãe assistir o jornal noturno e eu entrar no G1 e ver que o Rio de Janeiro estava praticamente todo embaixo d’água.

Vi ontem algumas fotos onde mostrava que poucas horas depois de resolvermos voltar pra casa a pé. Da Avenida Maracanã, na altura do shopping Tijuca, que tinha ficado inundada nas duas faixas.

...A única coisa que pensei, foi naqueles taxistas da cooperativa do Shopping Tijuca. Parados a toa no posto de gasolina batendo papo enquanto um monte de gente batia os dentes de frio e molhados.

Assistindo á água barrenta subir e tendo, finalmente, um bom motivo pra sair correndo com seus taxis vazios... já que levar pessoas cansadas e assustadas até em casa não era um motivo bom o suficiente.



***

Quando o Briggs comentou isso em seu twitter (@
GuilhermeBriggs ) eu fiquei super indignado com esse taxista, é realmente incrivel como algumas pessoas perderam a noção de espeito, conciência e humanidade.

Vi no blog
Joly Rouge

Baixe a trilha sonora épica da Trilogia God of War inteiramente de graça .

Uma das coisas mais impressionantes da trilogia de violência e vingança de Kratos é sem dúvida a trilha sonora. Misturando peso e uma ambientação épica, ele consegue nos colocar na época da Grécia antiga, junto de muita destruição. Agora a Sony aproveitou as milhões de cópias vendidas de God of War e liberou a trilha sonora completa, dos três jogos. Você pode achar pelo site oficial, ou clicar aqui para o link

Vi no site Jovem Nerd

Alice e o Chapeleiro em versão mangá!

Um dos maiores clássicos dos estúdios Walt Disney recentemente veio à tona com a super produção do diretor Tim Burton.

E com essegás renovado por Jonny Depp e companhia a epopéia de Alice ganha mais uma vertente para deleite dos fãs da loirinha sonhadora: a editora NewPOP acaba de lançar o conto em versão mangá, com autoria de Sakura Kinoshita.

Claro que ninguém deve esperar algo fiel à obra original, pois afinal de contas são mídias diferentes, o que implica em jeitos diferentes de se contar uma mesma trama, mas a princípio pode se esperar que esse novo visual, mais "nipônico" Veio para acrescentar maisdiversão e emoção a um clássico que encantou gerações no mundo todo, e agora vem como um presente para otakus e fãs em geral.

Vi no blog
O Melhor do J-World em um só lugar!

6 de abril de 2010

Rede Social que rende um dinheirinho para você!

O Klikot é uma rede social revolucionária que paga os seus usuários. Klikot divide com a comunidade como reconhecimento de que nós, os usuários, é que somos a razão por trás do sucesso de uma grande comunidade social.

No Klikot, nós podemos compartilhar fotos, jogar jogos e nos conectar com amigos enquanto recebemos dinheiro pela nossa contribuição. E, se preferirmos, nós podemos doar nossos ganhos à organizações sem fins lucrativos que apoiamos.

Inscreva-se e ingresse no site como meu amigo aqui no Klikot.

É fácil!

http://www.klikot.com/pt/SignUp.aspx?advertiser_id=585688

5 de abril de 2010

Roteiro de último filme de Harry Potter é esquecido em pub inglês

O roteiro altamente confidencial da primeira parte do último filme sobre Harry Potter foi descoberto em um pub inglês depois de, supostamente, ter sido esquecido pela equipe de filmagem, diz a edição de hoje do The Sun.

O jornal recebeu o documento de 118 páginas, cuja foto publicou na capa, de um leitor que o encontrou em um pub do vilarejo de Kings Langley, nos arredores de Londres, que aparentemente costuma ser frequentado por Daniel Radcliffe, o ator que encarna o famoso mago.

O roteiro corresponde à primeira parte de Harry Potter e as Relíquias da Morte, baseado no livro homônimo da escritora britânica J.K Rowling, que deve estrear ainda neste ano. A última parte da bem-sucedida saga contará com uma segunda parte que deve chegar aos cinemas em meados de 2011.

Após constatar que o roteiro revela mudanças significativas na história criada por Rowling, o The Sun — o tabloide sensacionalista mais popular do Reino Unido — decidiu devolver o documento à produtora Warner Bros., que "agradeceu".

Segundo o jornal, a produtora iniciará uma investigação interna para ver quem esqueceu o roteiro depois que diversas fontes declararam ao diário que a equipe de filmagem teve uma boa bebedeira.

O jornal recebeu o documento de 118 páginas, cuja foto publicou na capa, de um leitor que o encontrou em um pub do vilarejo de Kings Langley, nos arredores de Londres - Reprodução

Fonte: www.clicrbs.com.br

1 de abril de 2010

Uma História de Mentiras.

Há muitas explicações para o 1 de abril ter se transformado no Dia das Mentiras ou Dia dos Bobos. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril.

Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano iniciaria em 1 de abril. Gozadores passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries.

Em países de língua inglesa o dia da mentira costuma ser conhecido como April Fool's Day ou Dia dos Tolos, na Itália e na França ele é chamado respectivamente pesce d'aprile e poisson d'avril, o que significa literalmente "peixe de abril".

No Brasil, o 1º de abril começou a ser difundido em Minas Gerais, onde circulou "A Mentira", um periódico de vida efêmera, lançado em 1º de abril de 1848, com a notícia do falecimento de Dom Pedro, desmentida no dia seguinte. "A Mentira" saiu pela última vez em 14 de setembro de 1849, convocando todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente.

Peças do Dia da Mentira que ficaram famosas

* Kremvax: uma das primeiras peças pregadas na internet no Dia da Mentira.
* Ilha de San Serriffe: O jornal britânico The Guardian publicou um suplemento em que mencionava esta ilha ficcional. O nome da ilha vem de "sans-serif", uma família de tipos tipográficos.
* Plantação de espaguete: O canal de televisão BBC no programa Panorama apresentou em 1957 uma reportagem falsa sobre árvores de espaguete. Muitas pessoas interessaram-se em plantar árvores de esparguete em suas propriedades.

2005

* Google Gulp: O Google cria a página sobre uma bebida sua.
* Wikipedia:April 1, 2005/2005 Britannica takeover of Wikimedia: É criado na Wikipédia um artigo sobre a enciclopédica Britannica tomar o controle da Wikimedia e os seus projetos.

2006


2008

* O sítio de relacionamentos Orkut altera temporariamente a sua logomarca para Yogurt, um jogo de letras com o nome original.
* A Wikipédia anuncia que apagará todas as imagens da Wikipédia lusófona por problemas de Copyright.
* No site de imagens "deviantART" houve o aparecimento de Mudkips nos avatares.
* A "Desciclopédia" anuncia que foi comprada pelo site Pudim.com.br, tornando-se a Pudimpédia.

2009

* O site inglês "F1live" aproveitou o 1º de abril, dia da mentira, para lançar a falsa notícia de que Lewis Hamilton teria trocado a McLaren pela Brawn.
* 1º de abril tem Youtube de cabeça para baixo e piloto automático no Gmail.
* O site de downloads BaixaKi anuncia o projeto Windows 8, uma versão revisada do Windows 7.


Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre

Frase do Mês.

"A vida é uma eterna canção, cabe a cada um de nós colocar a melodia..."

Aluado Blog Tumblr

SocialVibe