30 de junho de 2008

Espero que o filme seja bom, pois o poster ta me dando medo...


Vamos ver no que vai dar esse filme de Dragon Ball... Por enquanto ele me da medo, muito medo...
(((◣↓◢)))

27 de junho de 2008

O dia seguinte!!!

Amanhã, apaixone-se. Porque o dia seguinte é o dia mais importante da sua vida. É no dia seguinte que sabemos se o dia de ontem valeu a pena. É no dia seguinte que acordamos para a realidade ou dormimos no sonho. A vida da gente começa no dia seguinte. E só existe uma maneira de viver: APAIXONADO! Por isso dance... dance como se ninguém tivesse vendo você; trabalhe como se não precisasse de dinheiro; corra como se não houvesse a chegada; ame como se você nunca tivesse sido magoado antes; acredite como se não houvesse frustração; grite como se ninguém estivesse ouvindo; beije... como se fosse eterno; sorria como se não existisse lágrimas; abrace como se fossem todos amigos; durma como se não houvesse amanhã; crie como se não existisse crítica; vá como se não precisasse voltar; acorde como se você nunca mais fosse durmir de novo; faça a próxima viagem como se fosse a última; vista-se como se não conhecesse espelhos; proponha como se não existe as recusas; brinque como se não tivesse crescido; levante como se não tivesse caído; case como se não houvesse outro(a); mergulhe como se não houvesse medo; ouça como se não existesse o certo ou o errado e fale como se não existesse o certo ou o errado; aprecie como se fosse eterno; viva como se não houvesse fim; prefira SER em vez de TER, SENTIR em vez de FINGIR, ANDAR em vez de PARAR, VER em vez de ESCONDER, ABRIR em vez de FECHAR. Apaixonar-se é um exercício de jardinagem: arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente... espere, regue e cuide. Terá um jardim! Mas esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excesso de chuvas. Se desistir não terá um jardim, terá um descampado. A paixão não se vê, não se guarda, não se prende, não se controla, não se compra, não se vende, não se fabrica. A paixão é a diferença entre o sucesso e o fracasso, entre a dúvida e a certeza, entre aqueles que gostam e fazem, daqueles que fazem o que gostam. Apaixonados não esperam... agem! A paixão é o que faz coisas iguais serem diferentes.Lembre-se que a Arca de Noé foi construída por um apaixonado que nada conhecia de navegação e embarcação, e o Titanic foi feito por engenheiros, profissionais fabulosos que queriam mostrar seu poder. Amanhã, quando acordar, pense se hoje valeu a pena e APAIXONE-SE, porque em 24 horas você vai entrar no dia mais importante da sua vida: o dia seguinte!"

"Para uma Amiga que mora no meu Coração."

23 de junho de 2008

Ser feliz...


Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, é refletir sobre a tristeza.

18 de junho de 2008

Viver é...

É amar, se Apaixonar, errar, errar novamente e quantas vezes forem necessárias, sorrir, brincar, chorar, beijar, morrer de amor, sentir ciumes, sonhar, cantar, gritar e viver! O fim nem sempre é o final. A vida nem sempre é real. A roda nem sempre é gigante. O passado nem sempre passou. O presente nem sempre ficou. O hoje nem sempre é agora. E o tempo... o tempo não pára...

13 de junho de 2008

TRADUÇÃO DA HISTÓRIA PRÉ-HP ESCRITA POR JK ROWLING PARA O LIVRO BENEFICENTE "WHAT'S YOUR STORY?"

Como vocês sabem, eu sou muito fan dos Livros de Harry Potter e Aconteceu ontem o leilão da história que JK Rowling criou anterior a toda a história de Harry Potter, que é estrelada pelo seu pai, Tiago Potter e seu padrinho, Sirius Black. O livro foi leiloado por £ 25.000, equivalente a mais ou menos 80 mil reais. Sobre a história, já foi divulgado que se trata de uma aventura de Sirius e Tiago onde os dois estão fugindo de dois policiais trouxas por andarem em alta-velocidade em uma rodovia. Não sabemos se se trata da motocicleta enfeitiçada de Sirius, mas podemos dizer que os dois safaram dessa usando magia ao fim.

E obviamente, a equipe do Site O Mundo de Harry Potter traduziu para vocês toda a história para aqueles que não podem, infelizmente, ainda compreender o inglês. e vocês podem conferir o trabalho ao continuar a ler logo abaixo.


Tradução da história pré-HP estrelada por Sirius e Tiago

A motocicleta fez a curva perigosa tão rápida na escuridão que ambos os policiais no carro de perseguição gritaram “Ow!”. O Sargento Fisher forçou seu enorme pé no freio, achando que o garoto que montava no banco de trás com certeza seria atropelado para baixo de suas rodas; entretanto, a motocicleta seguiu a curva sem derrubar nenhum dos ocupantes, e com uma piscada da sua luz traseira vermelha, desapareceu na apertada rua lateral.

-- Pegamos eles agora! - exclamou animado o agente da polícia Anderson. - Aquele é um beco sem saída!

Segurando forte no volante e determinado, Fisher ralou metade da pintura da lataria ao forçar o carro tentando perseguí-los no beco. Lá sob a luz dos faróis estava sentada a presa, finalmente parada após 15 minutos de fuga. Os dois motoristas estavam presos entre uma parede de tijolos e o carro da polícia, que agora estava se aproximando deles como um predador rosnando, de olhos luminosos.

Havia tão pouco espaço entre as portas do carro e as paredes do beco que Fisher e Anderson saíram com dificuldade do veículo. Feria a dignidade ter que se arrastar, que nem um caranguejo, até os malfeitores. Fisher empurrou sua generosa barriga pelo muro, arrancando botões de sua camisa enquanto ia, e finalmente arrancando o espelho retrovisor com sua parte traseira.

-- Saiam da moto! - gritou para os jovens de risadas insolentes, que estavam sentados confortáveis na brilhante luz azul como se estivessem desfrutando da situação.

Eles fizeram o que foram mandados. Finalmente se livrando do espelho retrovisor quebrado, Fisher os encarou. Eles pareciam estar no fim da adolescência. O que esteve dirigindo tinha um longo cabelo preto; sua boa aparência insolente desagradavelmente lembrava a Fisher o namorado vagabundo e guitarrista de sua filha. O segundo garoto também tinha cabelo preto, mas esse era curto e era espetado em todas as direções; ele usava óculos e tinha um largo sorriso. Ambos estavam vestindo camisetas com o emblema de um grande pássaro dourado; o emblema, não haviam dúvidas, de alguma banda de rock desafinada e ensurdecedora.

-- Sem capacetes! - gritou Fisher, apontando de uma cabeça desprotegida para a outra. - Ultrapassando o limite de velocidade por… por uma quantia considerável! - De fato, a velocidade registrada tinha sido maior do que Fisher poderia considerar em qualquer motocicleta que pudesse viajar. - Não parando para a polícia!

-- Nós amaríamos parar para uma conversa, - disse o garoto de óculos. - mas é que nós estávamos tentando…

-- Não se faça de esperto, vocês dois estão em uma tremenda encrenca! - rosnou Anderson. - Nomes!

-- Nomes? - repetiu o motorista de cabelos compridos. - Er… bem, vamos ver. Existe Wilberforce… Bathsheba… Elvendork…

-- E o que é legal desse último é você poder usá-lo tanto para um garoto quanto para uma garota - disse o garoto de óculos.

-- Ah, nossos nomes, você quis dizer? - perguntou o primeiro, quando Anderson balbuciou com aspereza. - Você deveria ter falado! Esse aqui é Tiago Potter, e eu sou Sirius Black!

-- As coisas estarão seriamente pretas para você em um minuto, seu insolentezinho…

Mas nem Tiago nem Sirius deram a mínima ao policial. De repente ficaram tão alertas quanto cães de caça, encarando algo atrás de Fisher e Anderson, acima do teto do carro policial, na entrada escura do beco. Então, com movimentos fluidos idênticos, eles colocaram as mãos em seus bolsos traseiros. No espaço de um batida de coração, os dois policiais imaginaram armas brilhando na direção deles, mas um segundo depois eles viram que os motociclistas tinham retirado nada mais do que…

-- Baquetas? - ironizou Anderson. - Um par de brincalhões vocês, não ? Certo, estamos prendendo vocês sob a acusação de…

Mas Anderson nunca chegou a nomear a acusação. Tiago e Sirius tinham gritado algo incompreensível, e os raios de luz dos faróis se moveram. Os policiais deram uma volta em si e depois caíram de costas. Três homens estavam voando - realmente voando - pelo beco em vassouras - e no mesmo momento o carro de polícia estava apoiado em suas rodas traseiras.

Os joelhos de Fisher falharam; ele sentou com força. Anderson tropeçou nas pernas de Fisher e caiu sobre ele, enquanto ‘flãmp’ - ‘bárp’ - ‘cranche’ - eles ouviram os homens nas vassouras baterem no carro levantado e despencarem, aparentemente inconscientes, no chão, enquanto pedaços quebrados de vassouras caíam ao redor deles. A moto tinha ganhado vida de novo. Com sua boca entreaberta, Fisher dominou a força para olhar de volta aos dois adolescentes.

-- Muito obrigado! - disse Sirius acima do ronco do motor. - Nós devemos uma para vocês!

-- É, foi legal conhecê-los! - disse Tiago. - E não esqueçam: Elvendork! É unissex!

Houve um barulho de sacudir a terra, e Fisher e Anderson se abraçaram um no outro com medo; o carro deles tinha acabado de cair de volta ao chão. Agora era a vez da motocicleta levantar. Em frente aos olhos descrentes dos policiais, ela andou em pleno ar: Tiago e Sirius decolaram no céu noturno, com o facho da luz traseira brilhando atrás deles como um rubi que desaparecia.


TRADUÇÃO: Ricardo Olissil

12 de junho de 2008

12 DE JUNHO...

12 de Junho é o 163º dia do ano no calendário gregoriano (164º em anos bissextos).Faltam 202 para acabar o ano.
Em 12 de junho de 1942 Anne Frank ganhava seu diário de presente de aniversário. Pena que os outros aniversários não foram tão bons quanto aquele. Para quem leu 'O Diário', vale relembrar... pra quem não leu, fica a dica!

Feliz Dia dos Namorados^^'

11 de junho de 2008

Gentileza...

Quem é que nunca foi ao Rio e, de dentro do carro, ficou olhando aqueles painéis nos viadutos? Acho difícil encontrar alguém que nunca tenha parado pra ler 2 frases daqueles painéis. Pois é.. aquelas obras primas foram feitas por um cara chamado José Datrino, ou melhor, Profeta Gentileza, de quem ouvi falar faz pouco tempo, mas virei fã de primeira.

Com mais nove irmãos, José Datrino teve uma infância de muito trabalho, onde lidav
a diretamente com a terra e com os animais. Para ajudar a família, puxava carroça vendendo lenha nas proximidades. O campo ensinou a José Datrino a amansar burros para o transporte de carga. Tempos depois, como profeta Gentileza, se dizia “amansador dos burros homens da cidade que não tinham esclarecimento”. Desde sua infância José Datrino era possuidor de um comportamento atípico. Por volta dos doze anos de idade, passou a ter premonições sobre sua missão na terra, onde acreditava que um dia, depois de constituir família, filhos e bens, deixaria tudo em prol de sua missão. Este comportamento causou preocupação em seus pais, que chegaram a suspeitar que o filho sofria de algum tipo de loucura, chegando a buscar ajuda em curandeiros espíritas. Aos vinte anos foi para o estado do Rio de Janeiro, enquanto sua família mudava-se para Mirandópolis-SP. No Rio de Janeiro, casou com Emi Câmara com quem teve cinco filhos. Começou sua vida de empresário com um pequeno empreendimento na área de transportes, onde fazia fretes. Aos poucos, o negócio foi crescendo até se tornar uma transportadora de cargas sediada no centro da cidade.

No dia 17 de dezembro de 1961, na cidade de Niterói, houve um grande incêndio no circo "Gran Circus Norte-Americano", o que foi considerado uma das maiores tragédias circenses do mundo. Neste incêndio morreram mais de 500 pessoas, a maioria, crianças. Na antevéspera do natal, seis dias após o acontecimento, José acordou alegando ter ouvido "vozes astrais", segundo suas próprias palavras, que o mandavam abandonar o mundo material e se dedicar apenas ao mundo espiritual. O Profeta pegou um de seus caminhões e foi para o local do incêndio. Plantou jardim e horta sobre as cinzas do circo em Niterói, local que um dia foi palco de tantas alegrias, mas também de muita tristeza. Aquela foi sua morada por quatro anos. Lá, José Datrino incutiu nas pessoas o real sentido das palavras Agradecido e Gentileza. Foi um consolador voluntário, que confortou os familiares das vítimas da tragédia com suas palavras de bondade. Daquele dia em diante, passou a se chamar "José Agradecido", ou simplesmente “Profeta Gentileza”.

Após deixar o local que foi denominado “Paraíso Gentileza”, o profeta Gentileza começou a sua jornada como personagem andarilho. A partir de 1970 percorreu toda a cidade. Era visto em ruas, praças, nas barcas da travessia entre as cidades do Rio de Janeiro e Niterói, em trens e ônibus, fazendo sua pregação e levando palavras de amor, bondade e respeito pelo próximo e pela natureza a todos que cruzassem seu caminho. Aos que o chamavam de louco, ele respondia: - "Sou maluco para te amar e louco para te salvar".

A partir de 1980, escolheu 56 pilastras do Viaduto do Caju, que vai do Cemitério do Caju até a Rodoviária Novo Rio, numa extensão de aproximadamente 1,5km. Ele encheu as pilastras do viaduto com inscrições em verde-amarelo propondo sua crítica do mundo e sua alternativa ao mal-estar da civilização. Durante a Eco-92, o Profeta Gentileza colocava-se estrategicamente no lugar por onde passavam os representantes dos povos e incitava-os a viverem a gentileza e a aplicarem gentileza em toda a Terra.

Frases:

"AMORRRPALAVRAQUE LIB-ERRRTA AGRADECIDOE LUZ DEJESSUSSCONDUZ"

"AMORRRMEUS FILHOSNÃO USEM PRO-BLEMAS NÃOUSEM POBREZAUSAMOS A NA-TUREZA TEMBASTANTE RIQUEZADISSE GENTILEZA"

Em 29 de maio de 1996, aos 79 anos, faleceu na cidade de seus familiares, onde se encontra enterrado, no "Cemitério Saudades". Suas obras são consideradas patrimônio histórico do Rio.

Fonte: http://blog.transporteativo.org.br/2007/05/18/gentileza-gera-gentilezahttp://profetadegentileza.blogspot.com/http://www.wikipedia.org/

Marisa Monte - Gentileza

10 de junho de 2008

BEIJO

Será que existe alguma coisa na vida, tão forte, tão poderoso, como um beijo...O beijo pode traduzir, tanta coisa, tantos sentimentos, como amizade, cordialidade, simpatia, desprezo, timidez, alegria, tristeza, união...
Pode traduzir tanta coisa, que só tem de ser decifrado e dado na altura certa, acho que existem muito poucas coisas tão intimas como o beijo.
Da mesma forma que se pode dar diferentes tipos de beijos e beijar de formas diferentes, mesmo que apaoxonadamente e com raiva.

6 de junho de 2008

Reminiscências de um Gago em seu Exílio (Parte 11): Elenco fixo e elenco convidado da vida.

Não adianta. É sempre assim. Na nossa vida temos um elenco fixo, aquele que vai ficar até o final do seriado. Eles estão sempre ali, em todas as temporadas. Podemos até não ver sempre essas pessoas. Mas elas aparecem em um telefonema, numa conversa no MSN, num flashback.

Aí chegam uns atores convidados. A gente sempre tem a esperança de que essa pessoa acabe sendo admitida como elenco fixo. Claro, quanto mais gente na série, melhor! Mas geralmente não é o que rola. Os convidados não dão audïência, os telespectadores se cansam de suas trapaças e o diretor acaba demitindo o sujeito.


O melhor (ou pior): Logo ninguém nem lembra que um dia ele existiu naquele enredo. Foi só uma participação especial nada marcante, que só será recordada quando alguém falar: "lembra que um dia os roteiristas piraram e acharam que era uma boa idéia contratar o fulano?". E alguém vai responder: "é, que viagem".E o que acontece na outra temporada? Voltamos ao elenco fixo, aqueles que junto com a gente fazem a série valer uma vida. E, claro, continuamos abertos para os novos. Só não sabemos se eles vão dar ibope.

5 de junho de 2008

Ser herói dá um azar danado!!!

Desta vez eu vou falar sobre azar ou sorte na vida de um Heroi. Pensei em buscar um personagem especificamente azarado para escrever, mas durante o processo surgiu uma constatação no mínimo curiosa: "Ser herói dá um azar danado!!!".
Como assim? Quem nunca sonhou em voar, subir pelas paredes, lançar raios? Mas e as conseqüências? Lembram-se do chavão do Homem-Aranha - "com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades"?
Dessa forma, preferi listar o quão azarado pode ser o fato de ser herói através de alguns exemplos. Vejam:


Homem-Aranha:- O tio que o criou teve que morrer para ele conscientizar-se de sua nova função de herói.
- Seu professor preferido virou um inimigo mortal
- o Lagarto.
- O segundo grande amor de sua vida morreu em seus braços - Gwen Stacy - por conta de sua relação com o herói.
- Seu primeiro grande amor acabou casando com ele, mas teve que enfrentar durante todo o casamento oa torcida contra do editor da Marvel!
- No dia que ganhou um uniformezinho mais maneiro
- o uniforme negro, era um alienígena parasita que tenta matá-lo até hoje.
Hulk:- Bruce Banner era um cientista brilhante, ganhando "os tubos" a serviço do governo estadunidense, namorando a filha de um general (apesar de ser nerd) quando caiu na besteira de salvar um moleque bem no meio de um teste nuclear e virou um monstro de calças roxas que ficam estourando seus "bagos".
- Já tentou se matar antes, mas fica muito estressando antes da bala estourar seus miolos, vira o Hulk e não morre.- Rasga uma quantidade incrível de roupas quando se transforma.
- Apesar de todos os atos heróicos do monstro, até mesmo antigos companheiros heróis tiveram coragem de mandá-lo para um exílio no espaço.

Quarteto Fantastico

Coisa: - Num dia o cara é um astronauta muito bem conceituado, no outro ele é uma aberração feita originalmente de lama e depois de pedra, sem possibilidade de vida amorosa.
- Numa época em que os quadrinhos eram mais pueris, ele teve um romance com aquela namorada cega. Contudo, convenhamos, como é que ia ser na "hora do pau"?

Batman:- Para virar herói teve que ver seus pais assassinados em tenra idade.
- Todo Robin que ele arruma ou morre ou parte para carreira solo.
- Tem que fraudar o imposto de renda para não denunciar o financiamento de suas atividades anti-crime. Uma hora dessas seu alter-ego Wayne vai em cana.
- A única vez que passou o manto do morcego para outra pessoa, o cara quase acabou com sua reputação (lembram do Azrael?).
- É rico e não tem tempo nem de conhecer umas gatinhas porque fica a noite toda pulando de telhedo em telhado.

Super-Homem:- Para virar herói na Terra teve seu mundo explodido!
- Tem visão de raios-x, mas sua formação religiosa metodista (vejam post específico no Espinhaço da Jumenta) o impede de olhar através das roupas das mulheres.
- É o homem mais poderoso da Terra, mas o fodão mesmo é o Batman! ^^'

Demolidor:- Para adquirir sentidos extraordinários precisou ficar cego.
- Apesar de ter virado advogado, teve sua carreira destruída pelo Rei do Crime.
- O grande amor de sua vida, além de bandida, morreu
- Elektra.- O grande affair de sua vida, Viúva-Negra, prefere a vida de espiã a estar do seu lado.
Vejam também:

4 de junho de 2008

Um Dia...One Day

Um dia tudo que foi presente será passado, a vida só pode ser vivida dessa maneira!Infelizmente ou felizmente o passado vira apenas nas lembranças de um tempo bom...
Que um dia tambem serão deixadas no esquecimento,mas uma coisa eu me conformo,tudo que é pra sempre é guardado no coraçao,tem muitas coisas que sinto hoje,que serão guardadas em meu coraçao,sentimentos inexplicáveis(...mas pra explicaçoes se quando estou diante desses sentimentos,nem preciso de palavras,em apenas um olhar compreeendo o que estou sentindo...)
Situaçoes inusitadas;Momentos inesqueciveis(Se é inesquecivel é por que foi vivido com intensidade,isso torna para sempre!)
Gostos Unicos (Sabores...Ah! coisas unicas que nao dá pra explicar, apenas sentir...)
Proximidade Intensa...Já diziam os grandes sábios que todos os sentimentos tem que ter uma conexao magica e isso faz com que haja uma proximidade intensa entre as pessoas...!!!
Um dia eu sei que serei a lembrança de alguem,mas nao temo ser apenas uma lembrança,por que se eu consegui estar na lembrança de alguem,foi pelo fato de ter deixado marcas boas, ou apenas resumindo...
A Intensidade...
Proximidade...
Os Sentimentos Inexplicaveis...
Aconteceram, e esteja onde estiver,aconteça o que acontecer...Isso será pra sempre!
Um dia poderei estar longe ou perto,mais as minhas lembranças irei falar que todas sem tirar nenhuma...Valeram muitissimo a pena!E se tivesse que fazer tudo de novo , eu faria tudo igual!
Um dia as lembranças estarao em meu coraçao e em minha mente e me fará recordar o quão foi boa a época vivida e ajudará na construçao do meu futuro....

2 de junho de 2008

Crescer pra que?

A síndrome de Peter Pan é uma doença em que os homens depois de uma determinada idade (30-40 anos) insistem em não querer envelhecer. Este grupo de homens abdica das responsabilidades, como o casamento, por exemplo, para ter uma vida como se fossem adolescentes: “Eles têm uma visão distorcida do que é ‘normal’ para a sua idade e não conseguem cogitar a hipótese de assumir as obrigações da vida adulta”, explica a psicóloga Neila Costa.
Os homens com esta patologia só querem namorar com meninas mais novas, não querem sair da casa dos pais e só freqüentam ambientes ditos teens. “A gente sai sempre, bebe pra caramba, dança”... Eu pego várias minas! Minha vida é perfeita, conclui Rodrigo (30 anos).

Um dos fatores que podem ajudar a desencadear ou fazer com que a doença se manifeste é a superproteção das mães. Costa afirma que por trás de um Peter Pan tem sempre uma mãe protetora. . “Por trás de um homem-menino, é bem provável que haja uma mãe, que continua arrumando o seu quarto, dando palpite nas suas relações amorosas e ajudando-o financeiramente”. Este fato pode ser comprovado pelas citações de Rodrigo*: “Minha mãe põe comida no meu prato, lava minha roupa e me dá mesada”.
Este problema psicológico complica as relações amorosas, pois o medo de encarar a idade real faz com que os atingidos pela doença tenham atitudes imaturas. "No começo, ele é o cara legal, o 'cuca fresca', mas depois isso cansa, porque ele age o tempo todo como o garotão babaca, ninguém agüenta", explica a psicóloga Silva Martani.

Aluado Blog Tumblr

SocialVibe