10 de julho de 2010

Toy Story 3 Eu vi: Todas as crianças crescem menos uma.

Pra começar esse texto vou usar um trecho do blog Cinema e Eu que diz o seguinte:

“Não importa o quanto cresçamos, vamos sempre nos lembrar dos velhos tempos. A vida é feita de fases. As fases passam. As lembranças, não.”

Toy Story fez parte da infância de muita gente, mas em mim foi mais do que isso a história desses brinquedos me tocou de uma maneira bem profunda. Wood, Buzz, Slink, Sr e Sra cabeça de Batata, Rex, Jessie eo Bala no alvo, poxa esse brinquedos tão queridos estão juntos em mais um filme, que pra mim fecha com chave ouro a história desses amigos de longa data.

Toy Story 3 começa em tom de nostalgia lembrando de forma sublime frases ditas no primeiro filme, e depois fecha com um clipe super lindo mostrando a infância do Andy ao som da musica hino e tema universal da série Toy Story “Amigo estou aqui”, e depois de tudo isso somos acordados pela verdade de que o Andy cresceu de que ele não é mais aquele garoto que conhecemos no primeiro filme, agora ele está indo pra faculdade e vai começar uma nova fase em sua vida, na qual ele tem que dizer adeus aos seus brinquedos tão queridos.

Deparados com esse novo rumo os eternos amigos Woody e Buzz percebem que podem parar em três lugares diferentes: eles serão guardados na caixa da faculdade, do sótão ou no saco do lixo. Mas um capricho do destino irá levá-los a um lugar completamente diferente, uma creche, onde nada é o que parece ser, e eles terão uma incrível aventura pela frente. Novos brinquedos entram em cena, incluindo um super vilão, mas o casal Barbie e Ken rouba a cena, com a hilária metrossexualidade dele e a aparente fragilidade dela.

Fui assistir o filme no cinema do Shopping Boa Vista junto com a Katy uma amiga que conheci aqui no blog, eu entrei no cinema com a certeza de que estava prestes a me despedir de amigos tão queridos e amados, e foi difícil não conter as lagrimas, pois o filme joga com maestria o riso e o choro de uma forma surpreendente. Lembro que uma vez falei aqui mesmo no blog que os filmes da Pixar nos transportam ao nosso tempo de criança, mesmo que por poucos e preciosos momentos, mas eu vi nesse filme mais que uma simples despedida entre brinquedos... Para mim, ao menos, foi como uma passagem na vida, uma dessas que odiamos ter que passar, mas por vontades alheias as nossas somos obrigados a encarar.

Toy Story 3 não é uma simples continuação sem sentido e sem alma (Sim, Shrek estou falando de você VIU), esse filme fecha com simplicidade uma das mais divertidas séries da história do cinema, e nos faz mostrar que continuações feitas com o coração e respeito com os fãs podem dar certo. E pra mim a mensagem central do filme é de que não importa o quanto cresçamos, sempre vai existir uma criança dentro de nós. Então se você esta pensando em ver, eu recomendo que veja com o coração, e deixe as emoções fluirem.

4 comentários:

  1. Demorei mas comentei!!
    apareça mais moço!
    Muuito bom o filme, melhor ainda a gente chorando junto!!! ahsuhaushauhs
    beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Ah esqueci de avisar, so naum trouxe a prova do crime(foto) pq fiquei horrivel nela!!! ahsuahsuhashuahs

    ResponderExcluir
  3. SIMPLESMENTE ÚNICO!

    Saí emocionado e contagiado pelo ritmo, roteiro e produção do filme - como pôde ser tão perfeitinho? sim, Toy Story 3 consegue ser mais criativo e mais humano que os dois primeiros, sem dúvida coloca no chinelo as chatices repetitivas de Shrek e é mais digno, prazeroso e mais legal que outras animações por aí.

    Achei muito bom mesmo a maneira como coloca a questão dos brinquedos - buscam, mais que tudo, o afeto dos humanos; querem atenção e não querem ser esquecidos jamais pelos seus donos - estes, inevitavelmente, crescem e tem que lidar com escolhas também.

    O roteiro é muito bem dosado - é mais ousado na parte de delinear detalhes da vida e motivação do urso roxo...da forma como recria os diálogos e entrosamento de Woody e cia; da maneira como toca em nós nas cenas finais de Andy despedindo-se dos brinquedos...na maneira como a ação se desenrola com o humor...nunca ri tanto e, confesso aqui, que chorei no final...me arrepiei sim...e saí apaixonado!


    Fiquei feliz mesmo! Toy Story fez parte de minha infancia, e pelo visto será definitivo pra toda vida!

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Uma pergunta, por que não me visita?

    de qualquer forma, gosto de teu espaço. E SIGO!

    ResponderExcluir

Sejá bem vindo ao Aluado Blog, dê sua opinião sobre o post...

OBRIGADO PELA VISITA! E VOLTE SEMPRE. ^^'

Aluado Blog Tumblr

SocialVibe